Tuesday 18 December 2018

CRASM logo   O CRASM, Centro de Recuperação de Animais Selvagens de Montejunto, fundado a 1 de Setembro de 2007, é um projeto conjunto da Quercus, Junta de Freguesia de Vilar e Grupo de Escuteiros de Vilar, contando tambem com o importante apoio da Câmara Municipal do Cadaval.

   O CRASM faz parte da Rede Nacional de Centros de Recuperação coordenada pelo Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), e funciona fundamentalmente como uma clínica veterinária para fauna selvagem, acolhendo animais que são encontrados debilitados ou feridos acidentalmente ou devido à acção do homem. Após a recolha, os animais são avaliados e é feito um diagnóstico, seguido de um plano de tratamento, que tanto pode ser algo complexo como uma cirurgia, ou um simples tratamento de suporte e alimentação para recuperar animais debilitados. Posteriormente, os animais permanecem nas instalações do Centro, em câmaras de maiores dimensões -  túneis de voo, para recuperarem a sua condição física e reaprenderem os mecanismos de sobrevivência em estado selvagem. Só depois podem ser devolvidos à natureza.

   Para além da nossa missão principal, o CRASM realiza acções de educação ambiental para alertar sobre a necessidade da conservação da natureza em geral e da Serra de Montejunto em particular. Para apoiar essas acções, o CRASM possui uma exposição interpretativa sobre o seu importante património. Estas acções envolvem visitas ao CRASM, formação, saídas de campo para observação da fauna e flora, libertações de animais recuperados e outros tipos de eventos adaptados ao grupo que nos visita.

   As instalações do CRASM situam-se numa das encostas da Serra de Montejunto, no limite superior da aldeia de Tojeira, freguesia do Vilar, concelho de Cadaval, a uma altitude de 239 metros (clique aqui para ver mapa de localização), onde temos tambem instalada uma estação meteorológica, que nos permite a recolha e registo de dados ambientais revelantes, cuja visualização disponibilizamos em tempo real via Internet.
 
   O CRASM funciona inteiramente dependente de doações de particulares e empresas, pelo que, se desejar dar o seu contributo poderá fazê-lo de diversas formas designadamente:
 
  • Apadrinhando animais em recuperação.
  • Doar materiais ou equipamentos úteis ao funcionamento.
  • Voluntariado, integrando a equipa de voluntários (Recuperação ou Educação Ambiental).